Academia, definição corporal e suplementação. Até aonde o ostomizado pode treinar?

duvidas-banner-set15

A prática de exercícios físicos é uma grande aliada para um estilo de vida saudável. Juntamente com uma alimentação balanceada, ela fornece os meios de proporcionar uma vida mais longa e uma velhice mais ativa. A questão é: até que ponto o ostomizado pode ter uma rotina de exercícios que se adequem à sua condição física sem prejudicar sua saúde?

É recomendado que antes de começar a prática de qualquer atividade física, o ostomizado procure a orientação de um profissional de educação física e/ou de um fisioterapeuta para que tenha uma noção mais ampla de suas próprias condições.

É importante beber água, pois a prática de exercícios implica numa grande perda do líquido através do suor, evitando, assim, uma possível desidratação.

Caminhada e ioga são esportes de baixo impacto que ajudam a fortalecer o organismo e a relaxar o corpo e a mente, tudo sempre de maneira suave. O importante aqui é a realização da atividade e não a intensidade dela. É importante consultar um médico a respeito do uso de algum tipo de acessório que proteja a bolsa de coleostomia e a respeito de uma rotina de exercícios na academia.

Com relação à suplementação, existem vários tipos de suplementos e listaremos alguns a seguir:

A albumina é um  suplemento é composto pela clara do ovo desidratada. É uma fonte de proteína de baixo custo e de boa qualidade, já que é rica em aminoácidos essenciais, os BCAAs, responsáveis por aumentar a energia e ajudar na reconstrução muscular. Até o surgimento da proteína whey, a albumina era suplemento mais consumido entre pessoas que buscavam o aumento de massa muscular. Rica em vitaminas do complexo B, potássio, fósforo e ferro, a albumina auxilia no metabolismo e ajuda na manutenção de peso, já que é de absorção lenta, o que prolonga o processo digestivo e, consequentemente, aumenta a saciedade.

Os carboidratos são considerados a fonte energética mais eficiente, por isso são indicados para atividades de alta intensidade e com longa duração (acima de uma hora). A maltodextrina e a dextrose são os carboidratos mais conhecidos e utilizados como suplementos alimentares.

A creatina é um dos suplementos alimentares mais estudados e especulados diante das reações que oferece ao organismo, principalmente ao desenvolvimento renal. Seu uso pode oferecer riscos para pessoas com a função renal prejudicada. Com um treino contínuo, a creatina consegue alterar os ganhos de massa magra, força e potência muscular.

Os termogênicos são suplementos que ajudam acelerar o metabolismo e a queimar as gorduras. Seu uso pode causar insônia, cefaleia, arritmia, desidratação e agitação. Muitos profissionais são contra o uso dos termogênicos diante da quantidade de efeitos colaterais e por possuírem componentes proibidos e altamente nocivos. O ideal é fazer uso de alimentos que ajudam a termogênese (produção de calor), como, por exemplo, brócolis, acelga, couve, laranja, kiwi e peixe.

Whey protein é a proteína do soro do leite. Sua absorção pelo organismo é rápida, por isso causa uma sensação de saciedade. Indicada para quem deseja hipertrofia e manutenção de massa magra. Ajuda para quem pratica culturismo e necessita de proteínas em alta quantidade e qualidade, auxiliando na formação de enzimas, anticorpos, hormônios e manutenção orgânica. Pode ser encontrada na forma concentrada, isolada e hidrolisada.

Já a proteína de soja é uma boa dica para aqueles que procuram uma fonte vegetariana de proteínas. Ela é rica em glutamina (que ajuda na recuperação), arginina (ajuda na dilatação dos vasos sanguíneos, agilizando a nutrição dos músculos). Ajuda também a controlar os níveis de colesterol devido às isoflavonas existentes na composição, além de aumentar a produção do hormônio da tireoide, que acelera o metabolismo e auxilia na perda de peso.

No mercado há uma grande variedade de suplementos alimentícios para o ganho de massa magra, perda de gordura e etc. Suplementos que são absorvidos lentamente pelo organismo não são indicados para pessoas com problemas intestinais, sendo mais indicados os suplementos que aceleram o metabolismo. Por isso é veementemente recomendada a ida a um nutricionista para que seja feita uma avaliação e para que seja indicado o tipo de suplemento mais adequado à realidade de cada paciente.

Enfim, é possível aos ostomizados a prática de exercícios físicos e a conquista de um corpo definido. É preciso, porém, muita paciência e perseverança, pois os resultados levam algum tempo para aparecer.  E acima de tudo, jamais pratique exercícios físicos sem o acompanhamento de um profissional, afinal é o seu bem estar que está em jogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *