Ex-fisiculturista vira modelo usando bolsa de colostomia

esporte-banner-set15

Não existem barreiras para realizar um sonho, essa é a lição dada pelo britânico Blake Beckford. Apaixonado por fisiculturismo desde os 17 anos, foi diagnosticado em 2003 com colite ulcerativa enquanto se preparava para participar de um concurso de fisiculturismo, o que o afastou do concurso e de sua vida rotineira com o agravamento de seu estado. Mesmo com o aviso expresso dos médicos que ele jamais poderia seguir com o seu sonho, Blake se negou a desistir, deu a volta por cima e sua história de perseverança e otimismo se tornou uma inspiração para pessoas de todo o mundo.

Durante os 10 anos que suportou a dores intensas, Blake usou uma variedade de medicamentos e procurou diversos médicos na tentativa de tratar a doença, mas as condições foram piorando cada vez mais. Ele se via sempre cansado, se mantinha constantemente perdendo peso, tinha muita dificuldade em ganhar massa muscular e ia ao banheiro cerca de 20 vezes por dia, o que fez com que ele precisasse diminuir o ritmo de seu treinamento (2 horas de exercícios por dia, seis dias por semana). Com o agravamento da doença, em 2013 foi necessária uma intervenção cirúrgica para a retirada total do cólon e a utilização de uma bolsa de ileostomia.

Após a cirurgia, os médicos o disseram que ele jamais poderia treinar o necessário para se tornar um fisiculturista, já que o levantamento de pesos e o treino árduo poderiam trazer hérnias e outros problemas. Blake procurou se informar na internet sobre como outras pessoas em sua mesma situação agiram, mas também não encontrou nada. Porém, o britânico não se deixou abalar e seguiu lutando por suas metas, determinado a provar para todos que era capaz de vencer essa batalha.

Logo após a cirurgia não conseguia fazer muitas coisas sozinho, mas com ajuda de seus familiares a recuperação veio, lenta e gradual. Após o período de adaptação, voltou aos exercícios físicos. Com cautela, começou fazendo yoga e pilates para recuperar a forma física e a força necessárias para voltar à academia. Então, logo no início de janeiro de 2014 voltou a andar de bicicleta (outra grande paixão) e no fim do mesmo mês já estava de volta à academia, com o fôlego renovado e traçando novas metas de vida.

Com exercícios físicos organizados e seguindo uma dieta balanceada, o personal trainer conseguiu o provar para os médicos que eles estavam errados e foi capaz de ultrapassar suas limitações, voltando a treinar, desenvolvendo seu corpo para ser capaz de realizar seu grande sonho. Para tanto, treinou com cautela, observando o ritmo aceito por seu corpo e evitando sobrecargas ou movimentos que o fizessem sentir dor, além de adequá-los à bolsa de ileostomia para evitar incômodos durante o treino. Sua dieta exclui fast food e bebidas alcoólicas – muito mais pelo seu treinamento físico que por restrições causadas pela ileostomia. O mesmo afirma em seu site que acredita que a alimentação e o exercício se complementam totalmente, devendo assim ser dada total atenção para ambos, igualmente.

Blake saiu do hospital determinado a além de seguir com suas metas e atividades, se tornar uma fonte de inspiração para outras pessoas que passam ou venham a passar por situações parecidas com a sua, uma vez que quando ele precisou de uma motivação para enfrentar o desafio de continuar lutando pelo seu sonho, não encontrou ninguém com uma história parecida.

Sua história de determinação e persistência na busca de seus objetivos rapidamente ganhou destaque na mídia inglesa e com igual velocidade se espalhou ao redor do mundo, permitindo ganhar repercussão suficiente para realizar duas de suas metas: Fazer com que sua história pudesse chegar ao seu público-alvo, e participar – e vencer – a competição européia de fisiculturismo Pure Elite, em sua categoria. Além disso, conseguiu uma nova conquista inesperada: Tornou-se modelo.

O ex-fisiculturista atualmente tem como um de seus grandes objetivos seguir elevando a auto-estima de ostomizados, além de conscientizar pessoas que também utilizam a bolsa de colostomia de que elas não estão sozinhas, sobre o quanto são capazes de conquistar o que querem e que não devem sentir-se impossibilitadas de lutar por seus objetivos de forma alguma.

A grande ferramenta para conseguir isso é o próprio site de Beckford. Nele, existem artigos sobre sua história de superação de desafios, dicas gerais sobre o que esperar na cirurgia e recuperação, como conviver com a ileostomia, dicas de treino físico e alimentação para outros amantes de fisiculturismo, um site de qualificações de produtos para ostomizados, além de indicações para sites de doação de produtos usados e a campanha #FightWithBlake, que visa fazer com que mais pessoas criem conhecimento sobre a colite ulcerativa e ostomia, tornando assim possível o fim do preconceito.

Saiba mais em: http://www.blakebeckford.co.uk/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *