A importância de reaproveitar os alimentos

Os benefícios de aproveitar todas as partes dos alimentos garantem maior consumo dos nutrientes.
bem-estar-bolinho-agriao

Atualmente mais de 1,3 bilhões de toneladas de alimentos são desperdiçadas no mundo de acordo com dados da ONU. No Brasil, segundo dados da Embrapa de 2006, são desperdiçados anualmente 26,3 milhões de toneladas de alimentos e a previsão é de que o Brasil, no futuro, seja responsável por 40% do crescimento da produção de alimentos no mundo.
Diante desse quadro, umas das formas encontradas para combater o desperdício é fazendo reaproveitamento desses alimentos. As cascas, talos, sementes e folhas dos vegetais podem ser utilizados de diversas maneiras, garantindo um alto valor nutricional às refeições e com o custo reduzido.
Chamado de aproveitamento integral de alimentos pelos nutricionistas, é possível criar receitas nutritivas e inserir no hábito das famílias. A casca da banana, por exemplo, possui mais vitamina C e potássio do que a polpa e pode ser usada para fazer bolos. O talo do agrião possui 56 vezes mais ferro que a folha e seu uso é recomendado para combinar com carne e rechear alimentos. Já a folha da beterraba possui 17 vezes mais vitamina C que a laranja e pode ser usada em saladas ou como charuto recheado.
É possível ainda fazer cursos gratuitos de aproveitamento de alimentos através do SESI. O curso se divide em aulas práticas e teóricas, com duração de 4 ou 10 horas e busca ensinar a importância da alimentação saúdavel, sem desperdício e com o aproveitamento de sobras. Para saber mais procure o Centro de Atividades (CAT) do Sesi mais próximo de você.
A seguir, um exemplo de receita utilizando talos.

BOLINHOS DE TALO DE AGRIÃO
– talos de agrião cortados em rodelinhas
(o equivalente a meia xícara);
– 2 ovos;
– 5 colheres (sopa) de farinha de trigo;
– meia cebola média;
– sal a gosto.

MODO DE FAZER
Misture todos os ingredientes numa tigela e frite em óleo quente, em pequenas porções de cada vez.
Rendimento: 10 bolinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *